Desemprego no Brasil é um dos índices mais alarmantes

O desemprego no Brasil é um dos índices mais alarmantes, é o alto desemprego que vem se arrastando há anos, levando as pessoas a buscarem alternativas de trabalho para se manterem financeiramente ativas.

A informalidade e trabalhos autônomos crescem no país, uma vez que o emprego formal se torna mais escasso e novos postos de trabalhos exigem muito mais esforços dos empregadores para se tornar realidade, devido aos requisitos e a falta de flexibilidade da formalidade.

O crescimento dos postos de trabalho é um projeto de médio prazo, pois exige capacitação, treinamento, investimento e infraestrutura no país.

O trabalhador só recebe um auxílio financeiro enquanto está desempregado quando é demitido sem justa causa, dessa forma, tem direito ao Seguro Desemprego 2019.

A instabilidade do empregador

Criar um emprego formal não é trabalho fácil para quem emprega, pois há uma série de exigências e burocracias para efetivar um trabalhador.

Se o empregador não tem a certeza de que o investimento valerá a pena, pelas baixas taxas de crescimento e retorno, certamente a chance de aposta na contratação de um funcionário novo será menor.

Desemprego no Brasil um círculo vicioso

Quando as pessoas não têm emprego, também não tem renda para girar a economia.

Com isso o governo tem que investir em incentivos para aquecer os postos de trabalho, como por exemplo: a criação de subsídios para empresas, reformulação das leis trabalhistas para estimular o empreendedor e políticas de inclusão produtiva, gerando melhores empregos e salários.

Capacitação é fundamental

Com o avanço da tecnologia, cada vez mais os trabalhos repetitivos e braçais serão substituídos por máquinas, pois geram mais lucro para o empresário ao não ter que lidar com a burocracia da contratação de um trabalhador.

Porém a automatização gera um novo problema, que é tirar postos de trabalho das pessoas e não dar alternativa para o trabalhador, fazendo com que o desemprego aumente e consequentemente a crise se agrave.

Por isso é importante investir na criação de profissionalização do trabalhador para que esse se mantenha competitivo e atraente para o mercado.

A estabilidade precisa vir de todas as partes. A instabilidade trabalhista é um reflexo da situação do país.

As crises políticas e a falta de confiança no mercado são fatores que levam ao agravamento da crise e do desemprego.

É necessário que todas as instituições funcionem em pleno vapor para que haja confiança dos investidores em apostar no futuro de nossa economia.

Com a estabilidade nas instituições há maior confiança para obras de infraestrutura que são feitas em longo prazo e mobilizam milhares de trabalhadores de todas as esferas.

A formalidade precisa ser atrativa para o trabalhador também

Não é o sonho de todo trabalhador ser formal, pois a renda mensal geralmente fica engessada.

A informalidade traz a possibilidade de ganhos mais altos, apesar de também trazer meses de mais instabilidade.

É necessário criar incentivos para que o trabalhador também busque um emprego com carteira assinada, como bônus por metas e chance de crescimento na carreira.

Modernização de leis e de trabalhos

Um dos motivos de desemprego no país é a falta de adaptação das leis para englobar as mais diversas categorias trabalhistas.

Hoje em dia muitas pessoas trabalham em casa, pela internet e com horários diferenciados e é preciso se adaptar as leis para as mudanças que acontecem no mundo.

O desemprego no país tem caído cada vez mais, segundo dados do PNAD e IBGE.

Porém ainda há um longo caminho a ser trilhado para que o país volte a ter mais postos formais de trabalho, que garantam direitos trabalhistas fundamentais às pessoas e contribuem para um maior controle das estatísticas, fazendo com que as políticas públicas sejam melhor direcionadas a favor da criação e alteração de leis que favoreçam quem trabalha e auxilie quem busca emprego.

A capacitação é essencial para que os postos de trabalhos não se tornem obsoletos, pois o avanço da tecnologia irá substituir muitas vagas no futuro e fazer com que o desemprego cresça, caso medidas não sejam tomadas no presente para que isso não aconteça.

Além disso, modernizar os postos de trabalho é uma medida necessária para se adaptar as diversas modalidades de trabalho dos dias atuais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *