Trabalho

Banco Santander oferece oportunidade de emprego aos jovens

Jovem Aprendiz Santander 2019 – Em tempos de crise como os dias atuais o mercado de trabalho fica desaquecido e para aqueles que ainda estão na faculdade ou buscando dias melhores através de um curso técnico, a insegurança é o sentimento em comum. São nesses momentos também que quem sobrevive a tempestade consegue se manter no mercado de trabalho depois com grandes oportunidades de crescimento.

Nesse cenário surge o importante papel do Programa Jovem Aprendiz, oferecido por diversas empresas de Norte a Sul do País. Conheça mais sobre o as oportunidades de empregos oferecidas pelo Santander e veja como se inscrever para não deixar escapar nenhuma oportunidade.

Jovem Aprendiz Santander 2021

O Programa Jovem Aprendiz Santander 2021 foi criado pelo banco visando inclusão social das pessoas e com o objetivo de proporcionar formação profissional, por isso todas as pessoas que são selecionadas para uma vaga no banco encontram na mesma a chance de seguir carreira na área escolhida, pois as chances de contratações só dependem do desenvolvimento e habilidades apresentadas pelo profissional.

Para os jovens aprendizes do Santander o banco oferece:

  • Salário fixo;
  • Assistência médica e odontológica;
  • Vale transporte;
  • Vale refeição.

Para tanto, é preciso cumprir uma carga horária diária de quatro horas. As vagas do programa são para todos os estados brasileiros, alcançando as principais cidades. Os jovens precisam ter entre 14 e 24 anos, estarem cursando ou concluído do ensino médio, as pessoas de baixa renda têm prioridade na seleção do Santander para o programa Jovem Aprendiz. o contrato do programa pode durar até dois anos, e ser estendido.

A história do banco Santander no Brasil começou em 1997, quando o ele anunciou a fusão do Banco Geral do Comércio, foi aí que o banco iniciou um programa de expansão no País chegando primeiramente nas principais capitais e depois na maioria das cidades brasileiras. São mais de 50 mil funcionários para atender as 3,5 mil agências do País, e para desenvolver um trabalho de qualidade e proporcionar a inclusão social, o Santander também dispõe de vagas para adolescentes e jovens que estejam cursando o ensino médio ou concluído tal etapa.

Além de vagas destinadas, também são oferecidas oportunidades para os alunos de cursos técnicos e de graduação vivenciem na prática todos os fundamentos teóricos da profissão aprendidos em sala de aula. O Santander também se preocupa com a formação profissional dessas pessoas.

Inscrições Jovem Aprendiz

Através do site é possível se inscrever no Jovem Aprendiz Santander 2019, lá vai ter uma página de seleção e visa o cadastro de currículos de jovens e adolescentes. Essa prática é ágil pois permite que o aluno não perca tempo esperando as inscrições serem abertas e já poderá deixar as informações cadastrais disponibilizadas.

Outra opção é checar no CIEE de sua cidade se o banco está inscrições Jovem Aprendiz Santander. No processo de cadastramento o aluno deverá informar dados pessoais, de endereço, escolaridade, e os dados de interesse para a área que deseja trabalhar.

Continue Reading...

Trabalho

Desemprego no Brasil é um dos índices mais alarmantes

O desemprego no Brasil é um dos índices mais alarmantes, é o alto desemprego que vem se arrastando há anos, levando as pessoas a buscarem alternativas de trabalho para se manterem financeiramente ativas.

A informalidade e trabalhos autônomos crescem no país, uma vez que o emprego formal se torna mais escasso e novos postos de trabalhos exigem muito mais esforços dos empregadores para se tornar realidade, devido aos requisitos e a falta de flexibilidade da formalidade.

O crescimento dos postos de trabalho é um projeto de médio prazo, pois exige capacitação, treinamento, investimento e infraestrutura no país.

O trabalhador só recebe um auxílio financeiro enquanto está desempregado quando é demitido sem justa causa, dessa forma, tem direito ao Seguro Desemprego 2022.

A instabilidade do empregador

Criar um emprego formal não é trabalho fácil para quem emprega, pois há uma série de exigências e burocracias para efetivar um trabalhador.

Se o empregador não tem a certeza de que o investimento valerá a pena, pelas baixas taxas de crescimento e retorno, certamente a chance de aposta na contratação de um funcionário novo será menor.

Desemprego no Brasil um círculo vicioso

Quando as pessoas não têm emprego, também não tem renda para girar a economia.

Com isso o governo tem que investir em incentivos para aquecer os postos de trabalho, como por exemplo: a criação de subsídios para empresas, reformulação das leis trabalhistas para estimular o empreendedor e políticas de inclusão produtiva, gerando melhores empregos e salários.

Capacitação é fundamental

Com o avanço da tecnologia, cada vez mais os trabalhos repetitivos e braçais serão substituídos por máquinas, pois geram mais lucro para o empresário ao não ter que lidar com a burocracia da contratação de um trabalhador.

Porém a automatização gera um novo problema, que é tirar postos de trabalho das pessoas e não dar alternativa para o trabalhador, fazendo com que o desemprego aumente e consequentemente a crise se agrave.

Por isso é importante investir na criação de profissionalização do trabalhador para que esse se mantenha competitivo e atraente para o mercado.

A estabilidade precisa vir de todas as partes. A instabilidade trabalhista é um reflexo da situação do país.

As crises políticas e a falta de confiança no mercado são fatores que levam ao agravamento da crise e do desemprego.

É necessário que todas as instituições funcionem em pleno vapor para que haja confiança dos investidores em apostar no futuro de nossa economia.

Com a estabilidade nas instituições há maior confiança para obras de infraestrutura que são feitas em longo prazo e mobilizam milhares de trabalhadores de todas as esferas.

A formalidade precisa ser atrativa para o trabalhador também

Não é o sonho de todo trabalhador ser formal, pois a renda mensal geralmente fica engessada.

A informalidade traz a possibilidade de ganhos mais altos, apesar de também trazer meses de mais instabilidade.

É necessário criar incentivos para que o trabalhador também busque um emprego com carteira assinada, como bônus por metas e chance de crescimento na carreira.

Modernização de leis e de trabalhos

Um dos motivos de desemprego no país é a falta de adaptação das leis para englobar as mais diversas categorias trabalhistas.

Hoje em dia muitas pessoas trabalham em casa, pela internet e com horários diferenciados e é preciso se adaptar as leis para as mudanças que acontecem no mundo.

O desemprego no país tem caído cada vez mais, segundo dados do PNAD e IBGE.

Porém ainda há um longo caminho a ser trilhado para que o país volte a ter mais postos formais de trabalho, que garantam direitos trabalhistas fundamentais às pessoas e contribuem para um maior controle das estatísticas, fazendo com que as políticas públicas sejam melhor direcionadas a favor da criação e alteração de leis que favoreçam quem trabalha e auxilie quem busca emprego.

A capacitação é essencial para que os postos de trabalhos não se tornem obsoletos, pois o avanço da tecnologia irá substituir muitas vagas no futuro e fazer com que o desemprego cresça, caso medidas não sejam tomadas no presente para que isso não aconteça.

Além disso, modernizar os postos de trabalho é uma medida necessária para se adaptar as diversas modalidades de trabalho dos dias atuais.

Continue Reading...

Trabalho

PRIMEIRO EMPREGO: O que é necessário para se destacar no Mercado de Trabalho

Destaque no primeiro Emprego
Destaque no primeiro Emprego

Além do conhecimento adquirido ao longo dos anos de faculdade, dos cursos feitos e da experiência ao longo da carreira acadêmica e nos estágios e em outras experiências profissionais, o que é preciso fazer para se destacar no mercado de trabalho em 2019? Um ano marcado pelo acúmulo das expectativas do ano anterior precisa ser visto e analisado com muito (mais) cuidado e tranquilidade. Para o coaching e headhunter Tiago Braga assumir posturas empáticas pode, sim, ser o diferencial no mercado em que todos querem brilhar.

Mensure seus resultados

Saber o quanto você gera para sua empresa é um parâmetro honesto, mas até do que se comparar com outros colegas de trabalho. Para Braga, esta é uma estratégia essencial. “Mensure os resultados que você está gerando. Sejam eles quantitativos e/ou qualitativos. Alguém está te pagando para aumentar, diminuir ou manter alguma coisa: mensure!”, alerta. Essa é uma boa dica para ter uma referência do que você vem fazendo e pode fazer.

Mentalidade e Postura de Dono

Sempre há o que pode ser aperfeiçoado dentro da organização em que você trabalha. Essa máxima, embora pareça clichê, é condizente com as demandas de qualquer empresa.

A partir do momento em que o funcionário compreende que a gestão passa por ele e que há outros caminhos além da subordinação, é possível entender como criar, efetivamente, valores para o negócio. “Pense que a empresa é sua, com isso, se preocupe com tudo e ajude. Mantendo e respeitando as hierarquias e áreas, sem perder o seu foco, mas veja onde a empresa pode ganhar ou deixar de perder e como isso passa e pode passar, cada vez mais, pela sua execução”, reflete o especialista.

Estude o negócio

Compreender as lógicas que operam o seu negócio de trabalho vai te permitir saber, exatamente, onde encontrar soluções. Além disso, dominar como funciona o seu trabalho e a compreender sua função vão te permitir ter uma habilidade de destaque: planejamento. Quem domina o que faz, consegue antever situações de tensão, crise ou também de crescimento. Pessoas com esse perfil recebem outro olhar dos gestores dentro da empresa. Aposte!

Mais profissional e menos passional

Para o headunter Tiago Braga, o profissional que alcança o equilíbrio com as emoções tem mais chances de ser assertivo e eficaz no ambiente de trabalho.

“Evitar brigas e conflitos belicosos é uma atitude importante, pois a passionalidade pode te prejudicar, além de te deixar mais vulnerável na hora da tomada de decisões”, completa. O profissional que evita ser permeável por conflitos emocionais será bem visto e tido como uma peça chave na hora de resolver problemas em situações de pressão dentro da empresa.

Superar as (suas) expectativas e a do empregador passa por estar cercado de atitudes particulares como o estudo daquilo que você faz e de se tornar empático durante o relacionamento com outros profissionais do negócio que você decidiu atuar e/ou investir. Manter a calma e a razoabilidade são diferenciais que ajudam no planejamento de um trabalho mais consistente e acima da média.

Continue Reading...